Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Exposição leva riquezas do Pantanal ao Reino Unido
Início do conteúdo da página
INTERNACIONAL

Exposição leva riquezas do Pantanal ao Reino Unido

Até dezembro, Embaixada do Brasil em Londres sedia mostra que retrata a variedade de atrativos naturais da região

  • Publicado: Quinta, 01 de Novembro de 2018, 17h00
  • Última atualização em Quinta, 01 de Novembro de 2018, 17h03

Por André Martins

01.11.2018 pantanal davidregojr
Observação de aves está entre os atrativos do Pantanal, símbolo da biodiversidade natural do Brasil. Foto: David Rego Jr/Embratur

As belezas do Pantanal, maior área alagada do mundo e que engloba os estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, são as estrelas de uma exposição inaugurada nesta quinta-feira (1º) na Embaixada do Brasil em Londres, no Reino Unido. Intitulada ‘Brasil - Terra e Alma’, a mostra, que segue aberta ao público até 7 de dezembro, reúne 40 imagens inéditas feitas nos últimos cinco anos pelo fotógrafo paulista João Farkas, cujas obras integram importantes acervos nacionais e internacionais.

O trabalho de Farkas busca evidenciar a variedade de paisagens da região, além de chamar a atenção para ameaças à sua conservação, como mudanças climáticas e o manejo inadequado de rios e terras. Presente à inauguraçãoda mostra, o secretário nacional de Estruturação do Turismo do Ministério do Turismo, Totó Parente, destacou o trabalho da Pasta pelo melhor aproveitamento do meio ambiente como diferencial no mercado de viagens.

O secretário ressaltou que o governo brasileiro promove a concessão de serviços em parques nacionais à iniciativa privada e citou ganhos da medida no sentido de dinamizar a oferta turística e manter áreas naturais. “Somos o número um do mundo em atrativos naturais, de acordo com o Fórum Econômico Mundial. O meio ambiente é a área onde podemos ter o maior desenvolvimento, com a geração de emprego e renda. Promover o turismo é ajudar na conservação do patrimônio natural do mundo”, enfatizou.

A abertura da exposição foi precedida de um debate sobre a preservação do Pantanal, promovido em conjunto com o grupo Senderos UK, que representa grupos hoteleiros da América Latina no Reino Unido. O debate teve a participação da presidente da Embratur, Teté Bezerra; David Higgs, da Agência de Imprensa Ambiental; Delphine Malleret, da rede de turismo natural The Long Run; Lyn Hughes, da revista de viagens britânica Wanderlust; Mario Haberfeld, do Projeto Onçafari, que estimula o ecoturismo no Pantanal; e Roberto Klabin, fundador do Refúgio Ecológico Caiman, do Mato Grosso do Sul.

INOVAÇÃO - A exposição de João Farkas é projetada pela brasileira Marina Willer, do Pentagram, uma das mais prestigiadas consultorias de design do mundo. As imagens – a maioria feita a bordo de um avião – são colocadas em painéis no chão, de forma que as pessoas andem entre as fotos e sempre as olhem de cima.

João Farkas é formado no Centro Internacional de Fotografia e na Escola de Artes Visuais de Nova Iorque, nos Estados Unidos, foi correspondente fotográfico das revistas Veja e IstoÉ, entre outros veículos. Suas obras são vistas em importantes espaços no exterior, como a Maison Européenne de la Photographie, em Paris, e na Coleção da Universidade Tulane, em Nova Orleans (EUA).

DIVERSIDADE - Definido pela Unesco como Reserva da Biosfera Mundial, o Pantanal também envolve partes da Bolívia e do Paraguai, formando uma área de transição entre Cerrado e Amazônia. A grande variedade de ambientes faz da região um dos principais destinos de turismo contemplativo, de experiência de natureza e de observação da flora e da fauna, especialmente por meio do ecoturismo e do turismo de aventura. O visitante pode contratar safáris a partir de cidades como Cuiabá, Campo Grande e Corumbá.

01.11.2018 Exposicao Pantanal
Uma das áreas da exposição, em Londres. Foto: Pablo Peixoto/Divulgação Embratur

Edição: Vanessa Sampaio

Fim do conteúdo da página