Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Em feira do setor, MTur promove geração de R$ 7 milhões em negócios para agricultura familiar
Início do conteúdo da página
BALANÇO

Em feira do setor, MTur promove geração de R$ 7 milhões em negócios para agricultura familiar

Resultado comprova relação estreita entre as duas atividades e reforça espaço para que o setor de viagens aposte na produção familiar

  • Publicado: Segunda, 01 de Outubro de 2018, 16h00
  • Última atualização em Terça, 02 de Outubro de 2018, 14h24

Por Geraldo Gurgel

18 04 18 queijoCanastra Foto APROCAN BMM7383
Queijos estiveram entre os produtos comercializados no Mercado da Agricultura Familiar do estande do MTur. Foto: Divulgação MTur

Um mercado de produtos regionais e de promoção do turismo rural foi um dos destaques do estande do Ministério do Turismo na maior feira nacional de turismo, a ABAV Expo, encerrada na sexta-feira (28) em São Paulo. As dez cooperativas e associações que participaram do Mercado da Agricultura Familiar representando as cinco macrorregiões brasileiras movimentaram – entre vendas diretas, negócios fechados e futuros – mais de R$ 7,3 milhões. Entre os produtos comercializados, estiveram chocolates, queijos, vinhos, mel e cafés orgânicos, uma amostra de que a indústria do Turismo envolve, valoriza e gera impacto econômico em uma ampla variedade de pequenos negócios no Brasil.

"O mercado foi uma vitrine para o turismo rural e novos negócios se abriram para nossos cooperados”, destacou Luiz Freitas, consultor da Cooperativa Mista de Paraguaçu (MG), que tem 90% dos sócios dedicados ao cultivo e produção de café. Segundo Freitas, a procura pelos produtos da agricultura familiar surpreendeu os expositores que participaram de uma feira de turismo pela primeira vez. Entre os parceiros comerciais de negócios futuros da cooperativa, estimados em R$ 1 milhão, estão hotéis e resorts que pretendem investir na compra de cafés especiais para os hóspedes. “Vamos apostar em torras diferenciadas para café expresso e coado para atendermos essa nova clientela”, disse.

O espaço foi criado em parceria pelo Ministério do Turismo e a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD), fruto de um acordo de cooperação técnica assinado em junho para promover ações de comercialização e promoção de produtos e serviços da agricultura familiar no setor de Viagens.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o resultado comprova a estreita relação da agricultura familiar com a atividade turística. "O turismo impacta direta e indiretamente 52 atividades econômicas que são a base do desenvolvimento do setor. Quando um turista viaja, o consumo dele extrapola o próprio setor de Viagens e reverbera em uma ampla variedade de pequenos negócios no Brasil. O resultado mostra que o turismo é um setor inclusivo, traz para perto de si outros setores importantes que também têm ganhos significativos quando incrementamos nossos atributos turísticos", avaliou o ministro. Segundo ele, a transformação do turismo em grande negócio nacional promove o desenvolvimento rural sustentável por meio da inclusão de comunidades produtivas, o que ajuda o país a recuperar a capacidade de gerar emprego e renda.

A agricultura familiar reúne aproximadamente 40 milhões de produtores no país, que representam 84% dos estabelecimentos rurais e são responsáveis por 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros. Atualmente, o Brasil é o 8º maior produtor do mundo no cultivo de alimentos oriundos da agricultura familiar.

De acordo com pesquisa do Ministério do Turismo, a culinária do Brasil recebeu avaliação positiva de 95,7% dos turistas estrangeiros e os restaurantes foram aprovados por 96,4%, confirmando a gastronomia como um importante ativo do turismo nacional. Grande parte do diferencial está nos produtos e temperos regionais, tipicamente brasileiros.

ESTANDE MTUR - O estande do Ministério do Turismo, com 1,6 mil metros quadrados, também recebeu 24 eventos no seu “Espaço Experiencial”, palco de debates, palestras e apresentações dos destinos e atividades culturais na feira. Além disso, outro atrativo dos mais disputados pelos visitantes do estande da Pasta foi a Cozinha Show. A arena gastronômica contou com público de 420 pessoas em nove apresentações de receitas tradicionais e inovadoras da cozinha brasileira, além de degustação de pratos regionais - elaborados por chefs renomados - com produtos da agricultura familiar.

“Nossa participação na 46ª edição da Abav foi um marco para a promoção dos destinos, divulgação das nossas políticas e programas voltados para o turismo doméstico e para o mercado da economia criativa, que se expande junto com o crescimento da atividade turística nos diferentes destinos brasileiros”, disse Bob Santos, secretário Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur.

Durante o evento, o Ministério do Turismo também realizou uma série de entrevistas com representantes de diversos segmentos do turismo. O conteúdo foi transmitido ao vivo através das mídias sociais da Pasta. O material produzido no estúdio montado no estande do MTur está disponível no perfil da Pasta no Facebook e no canal do YouTube.

A FEIRA – De acordo com a organização da Abav Expo Internacional, os números consolidados da feira só serão conhecidos na próxima semana. Mas os resultados parciais do evento realizado entre os dias 26 e 28 de setembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, são animadores para o mercado de viagens e a indústria do turismo. A estimativa é que os negócios realizados durante os três dias da exposição tenham ultrapassado a marca dos R$ 109 milhões. Foram registrados 23.366 visitantes, um aumento de 15,77% em relação à edição de 2017.

A Vila do Saber, espaço onde aconteceram 75 palestras para troca de conhecimento e capacitação, reuniu 3.283 congressistas. As marcas expositoras somaram 1.183 estandes, com 7% de aumento no número de expositores em relação ao ano passado. Já as rodadas de negócios envolveram 124 empresas, que agendaram 918 reuniões. A cobertura do evento contou com a presença de 853 profissionais de imprensa. “Os números são extremamente positivos e refletem o aquecimento do turismo”, comemorou Geraldo Rocha, presidente da ABAV Nacional.

Edição: Vanessa Sampaio

Fim do conteúdo da página