Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Prodetur + Turismo Itinerante realiza atendimento personalizado em Campo Grande
Início do conteúdo da página
Institucional

Prodetur + Turismo Itinerante realiza atendimento personalizado em Campo Grande

Na capital do MS, técnicos atenderam e tiraram dúvidas de gestores e empresários interessados em acessar a linha de crédito

  • Publicado: Sexta, 10 de Agosto de 2018, 17h53
  • Última atualização em Quarta, 15 de Agosto de 2018, 11h58

 

Por Vagner Vargas

10 08 18 Prodeturinterna
Crédito: Roberto Castro

Chegou a vez de Campo Grande (MS) receber a ação itinerante do Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (Prodetur + Turismo) que já passou por Florianópolis, Porto Alegre, Foz do Iguaçu e Manaus. Nesta sexta-feira (10), a capital sul-mato-grossense recebeu o evento que presta consultoria especializada a entidades públicas, privadas e empresários do setor interessados em investir no turismo por meio do programa, que dispõe de R$ 5 bilhões em linha de crédito e visa a estruturação dos destinos brasileiros.

A novidade para a quinta edição foi um atendimento personalizado com representantes do Ministério do Turismo, do Sebrae e do BNDES. Foram dois dias de reuniões com representantes das cidades de Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas, Bonito e empresários dos setores de serviços, hotelaria, ecoturismo e gastronomia para tirar dúvidas e auxiliar no andamento do processo. A expectativa é de que sejam apresentados projetos de infraestrutura que vão ultrapassar o valor de R$ 60 milhões.

“Temos uma linha de crédito com três anos de carência e 20 anos para pagar e financiar qualquer projeto que tenha viabilidade econômica. A principal condição é que a natureza dos projetos seja benéfica para o turismo. Temos que apostar no turismo e vamos precisar de eficiência e investimentos. O turismo vive de novidades, de expansão, as pessoas querem coisas novas. E é aí que entra o Prodetur”, comentou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz. 

“O turismo é uma área onde podemos avançar muito. É crescimento e emprego e é rápido. Essa é a realidade. Vivemos em um país abençoado por essas belezas que conhecemos. Temos que fazer investimentos e precisamos de bons projetos para estabelecer estrutura com financiamento”, disse o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Para ter acesso ao crédito é preciso atender a alguns requisitos. São elegíveis empresas de turismo, microempreendedores individuais, fundações, associações, cooperativas, entidades, clubes, órgãos públicos e prefeituras dos 3.285 municípios que integram o Mapa do Turismo. No Mato Grosso do Sul, 47 municípios estão aptos a solicitar os recursos. Até o momento, 38 projetos foram apresentados ao MTur, somando R$ 1,6 bilhão. Prazos e taxas serão definidos pela instituição financeira em função do porte e características do projeto, e também da capacidade de pagamento do empreendimento, cliente público ou grupo econômico contratante.

Superintendente de Turismo na prefeitura de Campo Grande, Juliane Salvadori elogiou a iniciativa. "Foi extremamente produtivo. Pudemos tirar as principais dúvidas que tínhamos em relação ao programa. Agora podemos dar continuidade no cadastramento dos nossos programas para viabilizar os recursos necessários. Já temos alguns projetos cadastrados, mas agora vamos analisar a viabilidade para reformular os orçamentos e apresentar no Prodetur", afirmou.

PRODETUR + TURISMO – O Ministério do Turismo instituiu o Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo (PRODETUR+Turismo) por meio da portaria nº 74, de abril de 2018. O objetivo é disponibilizar recursos para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, oferecendo oportunidade de fomento ao desenvolvimento local e regional por meio de parcerias com estados, municípios e entes privados.

Propostas alinhadas às diretrizes da política nacional de turismo receberão o Selo Oficial +Turismo. O carimbo identifica que os planos ou projetos foram previamente analisados pelo MTur e receberão prioridade de tramitação junto ao banco contratado na operação de crédito.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página