Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Parque Nacional do Iguaçu antecipa recorde de visitantes
Início do conteúdo da página
RECORDE

Parque Nacional do Iguaçu antecipa recorde de visitantes

Unidade de conservação ambiental, cenário das Cataratas do Iguaçu, registra alta de 6% na procura por turistas de janeiro a julho

  • Publicado: Quarta, 25 de Julho de 2018, 11h40
  • Última atualização em Quinta, 26 de Julho de 2018, 13h16

Por André Martins

25.07.2018 recorde foz capa
Crédito: Zig Koch/Banco de Imagens MTur

O Parque Nacional do Iguaçu, palco das mundialmente famosas Cataratas do Iguaçu, superou no último domingo (22) a marca de um milhão de visitantes desde o início do ano. O recorde, impulsionado especialmente pela presença de frequentadores do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e dos Estados Unidos, foi atingido sete dias antes do mesmo número ser alcançado em 2017 (29 de julho).

Referência na conservação da biodiversidade, o parque, situado na tríplice fronteira de Foz do Iguaçu (Brasil, Argentina e Paraguai), no Paraná, registra uma alta de 6% na procura entre 1º de janeiro e 21 de julho na comparação com o mesmo período do ano passado. Somente neste mês, o aumento chegou a 4%, segundo a concessionária que administra a visitação na unidade, totalizando 144.509 pessoas.

O ranking de nacionalidades que mais estiveram no local em 2018 é composto ainda por turistas da França, Alemanha, Espanha, Chile, Japão, Inglaterra, México, Colômbia, Bolívia, China, Peru e Coreia do Sul. Desde o último dia 7, o horário de funcionamento do parque foi ampliado, passando a operar das 8h às 17h, uma hora mais cedo. A mudança será mantida até 29 de julho.

Primeira unidade de conservação ambiental brasileira reconhecida como Patrimônio Mundial Natural pela Unesco, no ano de 1986, o local foi o segundo parque nacional mais visitado em 2017 (1,8 milhão de pessoas). A informação é do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), responsável pela gestão de parques, florestas, áreas de proteção ambiental e reservas extrativistas no país, entre outras.

A liderança no ano passado coube ao Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, que abriga o Cristo Redentor (3,3 milhões). Já o Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará, que desde o ano passado ganhou um aeroporto para voos diretos, foi o terceiro em número de visitantes (800 mil).

IMPULSO - A fim de aprimorar o atendimento a visitantes e reforçar a geração de emprego e renda, o ICMBio anunciou que sete unidades de conservação nacionais terão serviços delegados a concessionários. O instituto elabora editais envolvendo os parques do Pau Brasil (BA), Chapada dos Veadeiros (GO), Lençóis Maranhenses (MA), Itatiaia (RJ), Caparaó (MG), Jericoacoara (CE) e da Serra da Bodoquena (MS).

Os processos, precedidos da realização de consultas públicas, vão incluir atividades como transporte interno, alimentação, hospedagem, opções de aventura, venda de produtos com a marca da unidade e estacionamento, entre outras. Atualmente, os parques nacionais da Serra dos Órgãos e da Tijuca (RJ), de Fernando de Noronha (PE) e do Iguaçu já contam com serviços administrados por meio de concessões.
25.07.2018 recorde foz interna1
Crédito: Zig Koch/Banco de Imagens MTur

Fim do conteúdo da página