Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Programa Bandeira Azul prepara temporada com novas candidaturas
Início do conteúdo da página
institucional

Programa Bandeira Azul prepara temporada com novas candidaturas

Ministério do Turismo participa do júri nacional do programa e vai sediar reunião de homologação da certificação em 28 de junho

  • Publicado: Sexta, 11 de Maio de 2018, 10h43
  • Última atualização em Sexta, 11 de Maio de 2018, 10h52

Por Geraldo Gurgel

10 05 18 guaruja embratur 2
Guarujá (SP) receberá XI Workshop Nacional Bandeira Azul. Crédito: Embratur

Até o dia 25 de maio os municípios, marinas públicas e privadas e empresas operadoras de embarcações de turismo sustentável poderão apresentar candidaturas para hastearem a Bandeira Azul na temporada 2018/ 2019. O programa, que conta com a participação da Organização Mundial do Turismo, é símbolo internacional de compromisso com a preservação das praias e lagoas. Antes do término das inscrições, todas as instituições parceiras do programa no Brasil terão um encontro marcado no Guarujá (SP) nos próximos dias 17 e 18 de maio.

“O evento é obrigatório para os candidatos e de grande importância para a evolução do Programa Bandeira Azul no Brasil”, destacou Leana Bernardi, coordenadora nacional do programa, que tem sede em Florianópolis. Durante o XI Workshop Nacional Bandeira Azul os candidatos terão oportunidade para a troca de experiências e esclarecimento de dúvidas sobre os critérios e sobre a preparação da documentação de solicitação da certificação para a temporada 2018/2019. A certificação será homologada em reunião do júri nacional no Ministério do Turismo, marcada para o dia 28 de junho.

Entre os seis novatos que já apresentaram inscrição estão as praias do Peró, em Cabo Frio (RJ); Estaleiro e Estaleirinho, em Balneário Camboriú; e Piçarras, todas em Santa Catarina. Duas marinas de Ubatuba (SP) e Balneário Camboriú (SC) também pleiteiam a certificação pela primeira vez. Atualmente, a bandeira tremula em 10 pontos da costa brasileira e poderá ser mantida nos locais que tiverem o certificado renovado para a temporada 2018/2019. A mais antiga é a praia do Tombo, no Guarujá, que pleiteia a Bandeira Azul para a 9ª temporada.

Também estão inscritas para a renovação do certificado Bandeira Azul a Prainha, na Cidade do Rio de Janeiro (RJ), a Praia Grande, em Governador Celso Ramos (SC), a Praia Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha do Frade, em Salvador (BA); e a Praia da Lagoa do Perí, em Florianópolis (SC). A Marina Costa Bella, em Angra dos Reis (RJ), está no programa desde a primeira temporada brasileira e pleiteia a 9ª edição do Bandeira Azul. Continuam em busca da renovação do certificado a Marina Nacionais, do Guarujá (SP); O Iate Clube Santa Catarina -Veleiros da Ilha - Sede Central, em Florianópolis; e a Marina Kauai, em Ubatuba (SP). A embarcação Água Viva, de uma empresa de mergulho de Florianópolis, foi a primeira a receber a Bandeira Azul na América do Sul e também deseja permanecer no programa.

Bandeira Azul - O Programa Bandeira Azul é amplamente reconhecido em todo o mundo e tem como objetivo elevar o grau de conscientização dos cidadãos e dos tomadores de decisão para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro, incentivando a realização de ações permanentes de conservação da natureza.   As praias, marinas e embarcações inscritas no programa aceitam o cumprimento de critérios ambientais internacionais. Para serem certificados os candidatos devem ser inicialmente aprovados pelo operador nacional, depois recomendados pelo júri nacional e aprovados pelo júri internacional.

registrado em:
Fim do conteúdo da página