Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Trilha de longo curso vai percorrer cidades históricas de Goiás
Início do conteúdo da página
destinos

Trilha de longo curso vai percorrer cidades históricas de Goiás

Um caminho, belas paisagens, muita aventura, história e gastronomia. O Caminho de Cora Coralina vai ligar várias cidades do interior de Goiás a pé, de bicicleta ou a cavalo

  • Publicado: Quarta, 24 de Janeiro de 2018, 11h59
  • Última atualização em Quarta, 24 de Janeiro de 2018, 12h05

Por Geraldo Gurgel

24 01 18 GO Goias0112
Casa de Cora Coralina em Goiás Velho. Crédito: Embratur

São 282 quilômetros de trilhas pelo antigo traçado das viagens realizadas desde o século XVIII na região central do Brasil. Esqueça o carro (poucos trechos contam com asfalto), mas não deixe de usar o GPS ou mapa, seguindo a sinalização que demarca o Caminho de Cora Coralina. Os amantes da natureza, história, cultura e longas caminhadas poderão reviver, a partir de março, os caminhos que ligavam Corumbá de Goiás à Cidade de Goiás, antiga capital do estado e terra da poetisa Cora Coralina. A trilha poderá ser feita por trecho ou integralmente em até cinco dias. Ao término do passeio, o turista vai repetir a célebre frase de Cora Coralina: “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher”.

A trilha de longo curso vai passar por outros municípios da região como Pirenópolis, São Francisco de Goiás, Jaraguá, Itaguaí e Itaberaí, que oferecem infraestrutura turística aos visitantes. Os velhos caminhos, existentes desde o ciclo do ouro, no “coração” do Brasil, também poderão ser percorridos de bicicleta ou, ainda, a cavalo, mantendo a tradição da montaria. Além de belas paisagens preservadas, banhos de cachoeiras e comida caseira, os aventureiros terão oportunidade de reviver a história do Estado de Goiás, na época em que o ouro era a grande riqueza perseguida pelos colonizadores. O roteiro foi ajustado para que os trilheiros possam desfrutar das fazendas, cidades históricas, ruinas e lavras de minério ao longo do caminho.

24 01 18 CO Pirenópolis0021
Pirenópolis. Crédito: Embratur

Se o que interessa não é a menor distância, mas a maior história, o Caminho de Cora Coralina é resultante da história mais bonita e da paisagem mais bela. Corumbá de Goiás (1730) nasceu de uma lavra do ouro na margem do rio Corumbá. A cidade tem casario colonial no centro histórico com destaque para a igreja de Nossa Senhora da Penha. Entre os atrativos naturais, destaca-se o Salto Corumbá com atividades de natureza e aventura, além de turismo rural. Em setembro tem as tradicionais cavalhadas, encenação de batalhas entre cristãos e mouros trazidas pelos jesuítas como forma de catequese. Já Pirenópolis (1727) é um dos destinos turísticos mais visitados de Goiás. A cidade histórica foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e virou polo de ecoturismo, gastronomia, lazer e arte.

Mais conhecida como Goiás Velho, a Cidade de Goiás (1727) é reconhecida pela Unesco como Patrimônio Histórico e Cultural Mundial pela importância que exerceu no ciclo do ouro e pelo fato de ter sido capital de Goiás por mais de 200 anos. Catedral, igrejas, museus, palácios e casario colonial reforçam o papel da cidade histórica onde nasceu Cora Coralina (1889-1985). Seu primeiro livro só foi publicado aos 75 anos. A poetisa ficou conhecida por retratar a simplicidade do cotidiano nos seus escritos. Um dos locais mais visitados da antiga capital é o Museu Casa de Cora às margens do rio Vermelho.

O apoio da comunidade e de voluntários tem sido fundamental nos trechos já sinalizados do Caminho de Cora Coralina, nos parques estaduais Serra dos Pirineus, Serra do Jaraguá e Serra Dourada, além do mapeamento dos pontos de apoio, descanso e alimentação. O turismo de natureza e aventuras gera a sensação de pertencimento, trabalha a educação ambiental, a cultural e fortalece a economia entre os moradores da região.

registrado em:
Fim do conteúdo da página