Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Rio de Janeiro lindo de janeiro a janeiro
Início do conteúdo da página
destino

Rio de Janeiro lindo de janeiro a janeiro

O Ministério do Turismo foi à Cidade Maravilhosa pela campanha “Rio de Janeiro a Janeiro” e elencou os passeios imperdíveis da capital

  • Publicado: Quarta, 10 de Janeiro de 2018, 09h40
  • Última atualização em Quarta, 10 de Janeiro de 2018, 10h53

Por Juliana Boechat

09 01 18 montagem Rio Janeiro
Créditos: Embratur

A diversidade cultural e a riqueza da história do Brasil junto a um dos horizontes mais estonteantes do mundo se encontram na cidade do Rio de Janeiro. Pesquisas recentes do Ministério do Turismo comprovaram que as belezas da capital fluminense permeiam o imaginário dos turistas e não é à toa que 95% dos visitantes deixam o Rio com gostinho de quero mais..

O lazer no Rio de Janeiro é democrático, agrada a todos os gostos e tem opção de janeiro a janeiro. Desde as belíssimas praias passando pelas animadas rodas de samba gratuitas nas praças da cidade até os pontos turísticos ou as festas mais badaladas. Basta escolher o estilo que agrada e o que cabe no bolso para ter diversão garantida.

O MTur esteve na “Cidade Maravilhosa” como também é conhecida e elencou os passeios imperdíveis que não podem ficar de fora da lista de quem vai ao Rio (veja o vídeo abaixo). O material faz parte da campanha Rio de Janeiro a Janeiro para movimentar a economia e gerar emprego no estado fluminense por meio do turismo. Veja mais aqui.

Todo o conteúdo promocional da campanha também está nas redes sociais (Facebook e Twitter) com a #RioMuitoManeiro.

Rio ao ar livre

As vistas do Rio de Janeiro são únicas e tiram o fôlego de qualquer pessoa. As principais e mais famosas são do Cristo Redentor (vá de trem!) e Pão de Açúcar. Se ainda quiser misturar paisagem com aventura, que tal fazer um passeio de helicóptero ou saltar de asa delta?

Mas se preferir ficar próximo ao chão, visite o Museu de Arte do Rio (MAR) para ter uma visão panorâmica da Praça Mauá e do Porto Maravilha, revitalizados recentemente para os Jogos Olímpicos 2016. A poucos passos de distância, ainda é possível conhecer o AquaRio, o mural gigantesco do Kobra e o Museu do Amanhã, o mais visitado do Brasil.

Se o dia for de sol e calor, não deixe de aproveitar o dia em uma das praias da orla carioca. Seja na badalação da Zona Sul - Copacabana, Ipanema e Leblon -, nas reservas ambientais ou junto aos surfistas do outro lado da Pedra da Gávea, onde ficam Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Prainha.

Pelo menos três opções são imperdíveis para fechar o dia: degustar um tradicional pastel de camarão na muretinha próxima ao Bar Urca ou um chá no Forte de Copacabana. Você pode ainda aplaudir o por do sol na Pedra do Arpoador. São momentos inesquecíveis!

09 01 18 montagem Rio Janeiro2
Créditos: Embratur

Rio histórico e cultural

História e cultura se misturam por todo o Rio de Janeiro, principalmente no Centro da Cidade, onde é possível caminhar entre prédios históricos e igrejas centenárias, como a Candelária. Não deixe de se encantar com as exposições do CCBB e a beleza do Theatro Municipal.

A região respira música – e, principalmente, o samba! Ali ficam a Lapa e as rodas mais famosas: da Pedra do Sal e da Praça Tiradentes. Próximo à Praça Mauá estão os galpões das escolas de samba. Visitas guiadas mostram um pouquinho (sem spoiler) da magia dos tão famosos desfiles. Dependendo da época do ano, ainda dá para participar de um ensaio!

Também no Centro do Rio são visíveis ainda fragmentos da história da colonização portuguesa próximo a 1.500. A estrutura do porto por onde os escravos africanos chegavam ao Brasil foi descoberta recentemente. Conheça um pouco mais da nossa história no Cais do Valongo.

O Jardim Botânico, famoso pelos cartões postais da cidade, foi criado pelo príncipe regente português D. João, em 1808 e reúne várias espécies de plantas do mundo todo. O mesmo ocorre no Sítio Roberto Burle Marx, na Zona Oeste do Rio. Vale a pena atravessar a cidade para conhecer um pouco de história e se apaixonar pelos cenários da casa de um dos maiores paisagistas do Brasil.  

registrado em:
Fim do conteúdo da página